PROGRESSO E RESULTADOS ESTRATÉGICOS GERAIS

Resultados alcançados

 

  • Ampliamos a nossa área de abrangência para a cidade do Rio de Janeiro, estabelecendo ali três novas parcerias. Duas delas com ”parceiros principais” (igreja e ong local), que oferecem oportunidades de educação integral e proteção social para crianças e adolescentes em situação de alta vulnerabilidade, e uma com um ”parceiro de recurso” (Lifewords Brasil), que atuará capacitando educadores da nossa rede de parceiros principais na área de aconselhamento bíblico de crianças em risco.

 

  • Realizamos encontros de capacitação área de prevenção contra as diversas formas de abuso de crianças e adolescentes, utilizando a metodologia do ”Projeto José”, para toda a rede de ”parceiros principais” – mobilizando pastores, coordenadores de projeto, educadores, diretores de escola pública, agentes públicos de saúde e adolescentes.

 

  • Em parceria com uma Rede de cerca de trinta igrejas que atua na defesa e promoção de direitos da criança e do adolescente, numa região da periferia de São Paulo, publicamos um livro infantil (”Binho, o menino que tinha medo do Conselho Tutelar”) que tem como propósito desmistificar a atuação de um dos principais agentes do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente no Brasil – o Conselheiro Tutelar. O objetivo foi construir uma ferramenta de reflexão e denúncia, a fim de retratar parte da relação entre o Estado brasileiro e a criança, que do ponto de vista legal, apresenta um discurso de proteção integral, mas, ainda hoje, carrega uma cultura institucional do antigo ”Código de Menores”, que não via a criança e o adolescente como sujeito de direitos.

 

  • Num encontro com 85 representantes de diversas organizações de base de fé, de todas as regiões do país, colaboramos com a criação da Rede de Missão Urbana.  A Rede se propõe a (1) conectar igrejas, organizações de base de fé e pessoas que atuam com missão urbana, (2) ser um espaço de diálogo e reflexão para questões urbanas e (3) fomentar e sistematizar iniciativas missionais para a cidade.

Crianças representativas

Início do ano

Saída

Acréscimo

Término do ano

Fatores de risco que influenciaram o progresso e obtenção de resultados

 

  • Foco no resgate e potencialização da vocação diaconal de igrejas locais
  • Atuação catalisadora, sempre em parceria com igrejas e organizações locais
  • Estímulo às ações em rede e alianças
  • Valorização de processos participativos
  • Integridade e transparência nas relações interpessoais e interinstitucionais

Acompanhamento dos parceiros atuais, novos e também dos projetos

 

  • Reuniões de orientação a partir de demandas apresentadas pelos parceiros locais
  • Relatórios descritivos quadrimestrais
  • Relatórios financeiros ao final do 1º semestre e ao final do exercício
  • Reuniões de alinhamento de propósitos e ajustes no foco diaconal
  • Visitas in loco
  • Oportunidades de apresentação de projetos e resultados no encontro anual da rede de parceiros

Monitoramento dos temas transversais

 

O tema da equidade de gênero sempre é levado em consideração por nossos parceiros, sobretudo na esfera da capacidade individual: valorização, elevação da autoestima, desenvolvimento das habilidades, talentos e conhecimento das mulheres. Na esfera das relações de poder na comunidade há muitos avanços, mas a questão do poder familiar, ainda há muitos desafios.

Em 2015, trabalhamos com bastante ênfase, e de maneira sistemática, o tema de meio ambiente e responsablidade cristã no cuidado com a criação.

A partir de 2016 vamos realizar workshops sobre as diretrizes políticas da Missão Aliança para inclusão de pessoas com necessidades especiais.